ReinoAnimalia
FiloArthropoda
ClasseInsecta
OrdemOdonata
FamíliaCalopterygidae
Género
Espécie

Calopteryx virgo

(Linnaeus, 1758)
Caloptérix-azul, Gaiteiro-azul
Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante
Saber mais

Trata-se de uma libelinha de médio porte, que pode atingir os 49 mm de comprimento e os 36 mm de envergadura. O macho tem a cabeça e o corpo (tórax + abdómen) azuis, com tons esverdeados e brilho metálico. As asas são largas e tingidas de um azul-violeta escuro. A fêmea tem a cabeça e o corpo (tórax + abdómen) esverdeados, com brilho metálico. As asas têm uma tonalidade acastanhada e pseudopterostigmas brancos. As patas são negras em ambos os sexos. Voa de Abril a Setembro, sendo mais vista em Julho.

Ocorre em sistemas lóticos de pequena dimensão e forte corrente (e.g. riachos e ribeiros de águas frias e oxigenadas), com vegetação ribeirinha associada.

Em Portugal continental ocorre, sobretudo, a norte do rio Tejo, desde o nível do mar aos 1000 m de altitude. Também pode ser encontrado no Algarve, de um modo fragmentado e muito localizado.

Onde se pode encontrar:
Sem ameaças a destacar.
Sem medidas a destacar.
Agrion colchicus, A. virgo, Calopteryx altaica, C. anceps C. colchicus, C. ludoviciana, C. nicaeensis, C. pseudoneurobasis, C. vesta, C. violacea, Libellula virgo
Mais sobre esta espécie nas ligações seguintes:
Comportamento territorial e reprodutor das libélulas Calopteryx virgo e Calopteryx haemorrhoidalis.
Faria (1995)
Fauna Europaea | All European Animal Species Online
Distribuição da Calopteryx xanthostoma
Autor: Eunice Venâncio
Descrição Habitat Distribuição Multimédia Ameaças Conservação Sinonímias