ReinoAnimalia
FiloChordata
ClasseAscideacea
OrdemEnterogona
FamíliaCionidae
Género
Espécie

Ciona intestinalis

Ascídia
Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Trata-se de um tunicado séssil e solitário embora possa formar aglomerados. O corpo é cilíndrico e a túnica é semitransparente, amarelo pálido. O sifão oral é apical e recortado de modo a formar oito lobos separados por espaços amarelos ou alaranjados. O sifão atrial é lateral. O saco branquial ocupa grande parte do corpo. Atinge cerca de 17 cm de altura. Hermafrodita; reproduz-se na primavera. As larvas nadam cerca de 2 dias antes de se fixarem num substrato e iniciarem a metamorfose. Dada a simplicidade do seu genoma, este tunicado é recurso importante em investigação de biologia do desenvolvimento.

Espécie infra e circalitoral ou batial, ocorrendo até 500 m de profundidade. É resistente às variações dos parâmetros químicos da água pelo que é frequente ocorrer nos portos.

Ocorre em todo o Oceano Atlântico, sendo comum na costa portuguesa.

Onde se pode encontrar:
Sem ameaças a destacar.
Sem medidas a destacar.
Ascidia intestinalis, Ciona gelatinosa
Autor: João Pedro Silva
Descrição Habitat Distribuição Multimédia Ameaças Conservação Sinonímias